Quem sou eu

Minha foto
Somos cinco estudantes do curso de ADM com um objetivo. Discutir temas profissionais que envolva a comunicação e o mercado de trrabalho.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Comunicação Interna




A comunicação é indispensável na vida do homem, essa atividade inicia-se na infância e estende-se por todo o ciclo vital, é durante esse período que descobrimos se estamos aptos ou não para a comunicação.
A Comunicação Interna nada mais é, do que a troca de informações e os relacionamentos existentes entre os funcionários dentro das organizações.
Essa atividade também pode ser chamada de Endocomunicação, ela é responsável pela circulação de informações, elas podem ser verticais (da direção para os subordinados) e horizontais (entre os empregados de mesmo nível de subordinação), mas, não é o nível hierárquico do comunicador que qualifica uma comunicação, mais sim a qualidade da comunicação, a competência do comunicador e as ferramentas utilizadas (jornais, boletins intranet, murais etc.) para transmitir as informações, estes fatores além, de ser um diferencial competitivo, contribui para o sucesso da empresa, num mercado onde vencer a concorrência é o maior desafio
Dentro de uma organização o processo de comunicação inicia-se com o gestor, mais para que este dê andamento a esse processo é necessário que o mesmo possua boa comunicação interpessoal, mantenha-se informado culturalmente, participe de seminários e congressos, possua uma riqueza de conhecimentos no setor que a empresa atua e em outros setores, pois se o mesmo não tiver em mãos essas técnicas ele não alcançará os objetivos desejados com a informação transmitida por ele, porque o principal objetivo da comunicação interna é criar consentimentos, produzir aceitação e gerar mudança de atitude dos funcionários, com o intuito de valorizar o sistema da organização, além de encaminhar soluções para se atingir as metas programadas. O escritor Galdêncio diz que “a missão básica da comunicação é contribuir para a manutenção de um clima positivo, propício ao comprimento das metas estratégicas da organização e ao crescimento continuado de suas atividades e serviços e a expansão de suas linhas de produto”.
Através da Endocomunicação a empresa pode obter bom relacionamento entre os empregados, uma vez que estes estando bem informados terão mais envolvimento com a missão e os objetivos da instituição, pois a comunicação como estratégia empresarial amplia a visão dos funcionários, promove a circulação das novas informações, além de capacitá-los para os novos desafios. Pode-se dizer que os funcionários são os maiores propagandistas da organização por expressarem claramente para o público externo os valores positivos ou negativos da organização. Em síntese, a boa comunicação depende principalmente do capital humano, estes por sua vez devem qualificar-se para enfrentar e vencer a competitividade no mercado de trabalho.


Cristiane Amaro dos Santos

13 comentários:

O Blog que é o "Brog"!!! disse...

Tambem temos a "RADIO PIÃO" que é um dos melhores meio de comunicação empresarial. Sabemos que normalmente o primeiro a saber dos novos assuntos são os PORTEIROS da empresa já que tem "amizade" com todos os tipos de funcionários desde o servente até o PRESIDENTE da empresa. Então na comunicação empresarial temos que levar todas as redes de comunicação em conta não apenas as formais.

URDECIO Rocha

kevinfc disse...

eu acho que hoje em dia a "radio peão" é muito mais prejudicial!! os funcionários hoje perdem tempo e produtividade muito mais com fofocas e pensamentos negativos do que com colocações de incentivo e motivação p/ crescimento de uma empresa.

Kevin Corcino

Palavras de Hermes disse...

Concordo com Kevin quando diz que a “RÁDIO PEÃO” atrapalha mais do que ajuda, a comunicação empresarial fala de troca de informações úteis para a organização, que colabore com o crescimento e que deixe os funcionários informados de assuntos importantes que esta acontecendo na empresa, e não de fofocas.
Parabéns Cristiane pelo texto.

Por: Joelma Fagundes

Ponto de Partida 5 - Seu diferêncial começa aqui! disse...

cristiane gostei muito da sua postagem, você abordou bem a formas de comunicação usando com belas palavras, quem ler com certeza vai saber usar o que você postou. Essa postagem pode ser usada com certeza por qualquer empresa parabéns.

ass:Carlos andré Oliveira de Paula

SICILIA disse...

Parabéns pelo tema escolhido, bem discordo com os colegas quando dizem que a rádio pião é prejudicial, primeiro que ela é inevitável e todo o gestor deve se preocupar com ela no sentido de saber trabalhar este tipo de comunicação e acredito que ela só será prejudicial se a empresa trabalha com informações incorretas, com mentiras ou com informações incompletas. A comunicação interna é de grande valia se também for bem administrada se não de nada valerá.


Sicilia Lima.

Ponto de Partida 5 - Seu diferêncial começa aqui! disse...

Parabéns Cristiane pelo texto! Acho que a "Radio Peão" muitas vezes pode sim atrapalhar a comunicação, pois na maioria das vezes o que se vê, são boatos, fofocas e um clima pesado dentro da empresa. Mas como nossa amiga Sicilia falou ela é inevitável, e cabe ao gestor estar atento e intervir quando necessário, mantendo-se transparente e comunicando as informações realmente necessárias.

Diego oliveira

Ponto de Partida 5 - Seu diferêncial começa aqui! disse...

Concordo com você!
Acredito que devemos levar em consideração todos os meios de comunicação interno. Porém, devemos escolher o meio mais eficiente e o que mais se enquadre no assunto que será exposto.
Também é necessário planejar sobre quem deve saber da informação. Pois, existem informações que não de interesse e/ou da competência de todos da empresa.


Ewerton Antonio

Pedro disse...

Ewerton, você falou certo, quando mencionou a filtragem e encaminhamento da comunicação determinada para as pessoas certas, porqeu senão perde o sentido e funcionalidade e entra no quesito citado por Kevin, onde começa a atrapalhar o rendimento dos funcionários.

Ponto de Partida 5 - Seu diferêncial começa aqui! disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ponto de Partida 5 - Seu diferêncial começa aqui! disse...

Quem trabalha ou já trabalhou sabe que em toda empresa existe a "rádio pEão", sendo um dos piores meios de comunicação, pois só fazem prejudicar o andamento dos trabalhos, as vezes até criando coisas que nunca existiu ou irão existir! Nada mais é do que o velho "telefone sem fio", a mensagem final nunca chega com a informação inicial!
Enquanto ao texto, a comunicação interna é fundamental para o bom andamento da empresa, sendo indispensável para obter melhor produtividade dos funcionários, ao invés deles ficarem criando coisas a comunicação interna leva até eles o que de fato está acontecendo ou irá ocorrer. Mas, é preciso que ela seja elaborada de forma clara e de fácil entendimento, já que em uma empresa exitem diversos tipos de funcionários e cada um com o seu grau de instrução.

Flávio Tavares

Palavras de Hermes disse...

Bem colocado o seu ponto Cristiane, principalmente quando você afirma "a boa comunicação depende principalmente do capital humano", pois é nesse ponto que mora a glória ou a desgraça na comunicação interna. Não ter uma clareza nas informações dentro da empresa só vai desencadear informações erradas espalhadas pela "rádio peão", onde essa mesma "rádio peão" vai mais aparacer como um ruído na comunicação do que um dos melhores meios de se comunicar na empresa. O melhor meio é sim uma comunicação direta, clara e objetiva que chegue à todos os níveis hierárquicos dentro da empresa.

Por Bruno Ricardo

Ariana disse...

Bem interessante a postagem. Uma boa comunicação interna dentro de uma organização, é vital para o alcance de resultados positivos.
Sobre a polemica aqui dos comentários anteriores em relação a Radio PEÃO, é muito relativo, se houver uma filtragem, e for usado de forma correta, pode ser sim útil e construtiva.

Ariana Guedes!

Comunicação Urbana disse...

fbv12345Não acho que o foco da Cristiane foi as rádios peões. Este talvez seja outro assunto que engloba várias outras vertentes. O que cada um faz com seu tempo, se estuda ou se fofoca, já são outros quinhentos.
Todavia, gostaria de destacar um trecho muito interessante do texto, que diz que os gestores são responsáveis pela manutenção da endocomunicação. E que para nós gestores realizemos isso com eficácia, mais uma vez estamos vendo que é necessária a evolução contínua. Já estamos batendo nesta tecla há algum tempo, e parece que cada vez mais o assunto vem se tornando mais atual. Preocupo-me muito em estar sempre me atualizando e acho que isto hoje em dia não é mais um diferencial, e sim uma exigência.

Parabéns pelo blog!


ARTHUR LEMOS,